Passar para o Conteúdo Principal Top
Mostrar links rápidos
Câmara Municipal de Murça
Hoje
Hoje
Amanhã
Amanhã

Futuros médicos realizaram rastreios em aldeias de Murça

Jovens medicos2 1 1024 2500
Jovens medicos3 1 1024 2500
Jovens medicos4 1 1024 2500
Jovens medicos 1 1024 2500
13 Março 2019

A iniciativa “Medicina na Periferia”, promovida pela Associação de Estudantes do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), passou por Murça.

Diversas aldeias foram visitadas pelos jovens médicos que aderiram a este projeto, que tem como principais objetivos rastrear os principais fatores de risco para o desenvolvimento de determinadas patologias, bem como promover as capacidades de interação entre doentes e médicos, neste caso os estudantes do ICBAS.

A XV edição da “Medicina na Periferia” passou por diversos concelhos do interior do país. Em Murça, os médicos visitaram as populações das aldeias de Jou, Valongo de Milhais, Candedo e Noura, no primeiro dia, e Vilares e Fiolhoso, no segundo dia.

As pessoas que aderiram à atividade, na sua maioria idosos, receberam-na de bom grado, pois consideram esta uma forma mais fácil de ter acesso a conselhos e rastreios de saúde básicos, sem terem de se deslocar ao Centro de Saúde, em Murça.

Cada uma das equipas incluídas neste projeto era constituída por seis jovens estudantes de Medicina, que se voluntariaram para percorrer diversas localidades do Norte e Centro do país durante um fim-de-semana, tendo recebido formação específica para a realização de rastreios à população.

Os rastreios incluíram diversos testes, como a determinação da glicemia capilar, a medição da tensão arterial, do índice de massa corporal e do perímetro abdominal. Por outro lado, os futuros médicos sensibilizaram os pacientes para a adoção de hábitos saudáveis e ensinaram a população a identificar os principais sinais de alarme de enfarte agudo do miocárdio e de Acidente Vascular Cerebral (AVC).

“Medicina na Periferia” é uma iniciativa desenvolvida pela Associação de Estudantes do ICBAS, com o propósito de complementar a formação curricular dos alunos de Medicina. Através da oferta de rastreios à população, pretende-se fomentar o contacto dos alunos com a prestação de cuidados de saúde, a prática de conhecimentos já adquiridos e o aperfeiçoamento da interação médico-paciente.