Passar para o Conteúdo Principal Top
Mostrar links rápidos
Câmara Municipal de Murça
Hoje
Hoje
Amanhã
Amanhã

Autarquia constitui equipa para combater insucesso escolar

Autarquia constitui equipa para combater insucesso escolar
04 Outubro 2018

A câmara de Murça constituiu uma equipa multidisciplinar com o objetivo de combater o insucesso escolar no concelho.

Este grupo, constituído por duas psicólogas, dois assistentes sociais, uma técnica de informação e comunicação e uma jurista, iniciou funções no mês de setembro.

Segundo Mário Artur Lopes, presidente da Câmara Municipal de Murça, “este projeto é mais uma ferramenta de trabalho de apoio ao funcionamento do sistema educativo. É mais um investimento visível que a autarquia faz na educação, indispensável, não apenas para a qualidade do ensino, mas também para o futuro do concelho e seu desenvolvimento social e económico. Não concebo desenvolvimento ou progresso se a educação não estiver na base de tudo”.

Este é um projeto integrado e inovador de combate ao insucesso escolar, que irá compreender uma série de ações, destinadas aos alunos e às suas famílias.

Os técnicos integrados no projeto irão acompanhar os alunos de diversas formas, envolvendo sempre as famílias neste projeto. O objetivo principal prende-se em melhorar o percurso escolar dos estudantes reforçando a sua formação com outras competências escolares e profissionais.

O grupo de trabalho é totalmente constituído por jovens do concelho, que estão a experienciar um regresso às origens e que se mostram bastante satisfeitos por poderem contribuir para o combate deste problema na comunidade de que sempre fizeram parte.

Na prática, as psicólogas e os assistentes sociais farão um acompanhamento mais direto das crianças e dos jovens do agrupamento, através de ações como atendimentos abertos, orientação vocacional e apoio tutorial específico. A jurista terá a tarefa de trabalhar questões relacionadas com procedimentos disciplinares e responsabilidades parentais, bem como lidar com quaisquer incidências jurídicas decorrentes das intervenções da equipa multidisciplinar. Já a técnica de TIC estará incumbida de coordenar uma “Sala do Futuro”, que irá ser criada no âmbito deste projeto e que pretende disponibilizar aos docentes do agrupamento ferramentas tecnológicas inovadoras, que lhes possam ser úteis no trabalho em sala de aula.

No âmbito do desenvolvimento da relação Escola-Família, será reativado o projeto “Escola de Pais”. Esta iniciativa, que terá uma periodicidade semanal, procurará explorar atividades e temáticas que sejam do interesse dos pais e dos encarregados de educação, sempre tendo em vista a melhoria da relação entre a escola e os pais e, naturalmente, dos resultados escolares dos alunos.

Este é um projeto que terá a duração de três anos letivos.

 

Fonte: Jornal "A Voz de Trás-os-Montes" (04.10.2018)