Passar para o Conteúdo Principal Top
Mostrar links rápidos
Câmara Municipal de Murça
Hoje
Hoje
Amanhã
Amanhã

Escolas primárias aproveitadas para acolher idosos e associações

Escolas primárias aproveitadas para acolher idosos e associações
19 Fevereiro 2014

Quatro escolas primárias desativadas da freguesia de Jou, Murça, estão a ser adaptadas para um centro de apoio ao idoso, que ajudará os mais velhos na aquisição de medicamentos e alimentos, e sedes de associações locais.

Na antiga escola básica de Cimo de Vila arrancaram este mês as obras de adaptação para a instalação do centro de apoio ao idoso, no âmbito do projeto "Jou Solidário".

Este é, segundo disse hoje à agência Lusa o presidente da Câmara de Murça, José Maria Costa, "um instrumento importante para combater o isolamento dos idosos e contribuir para melhor coesão social".

O "Jou Solidário", que vai funcionar como um centro de dia, vai acolher, numa primeira fase, entre 25 a 30 idosos e vai desenvolver um "apoio alargado que vai desde a compra de alimentos até aos medicamentos" a quem, por exemplo, já não se consegue ou não tem como se deslocar à vila.

"E inclusive podem-se ainda fazer pagamentos das faturas de água e luz", acrescentou o autarca.

José Maria Costa referiu que a freguesia de Jou, na área de montanha do concelho, é a única que, até ao momento, não possui um equipamento de apoio social.

O edifício terá valências para a área da saúde, cultura, animação social e pode também vir a acolher outras associações desta freguesia.

As obras deverão estar concluídas durante o primeiro semestre de 2014.

O projeto, apoiado pela Fundação EDP, tem um orçamento de 103 mil euros e está a ser desenvolvido pela Junta de Freguesia de Jou, com a colaboração da Câmara de Murça.

Nesta freguesia, estão ainda a decorrer obras de adaptação nas escolas de Vale de Égua, Penabeice e Aboleira.

Em Vale de Égua, onde o estabelecimento escolar vai ser entregue à associação local Eixo da Alegria, os trabalhos contaram com a participação da população local, que ajudou em pequenas intervenções no edifício e espaços exteriores.

A freguesia de Jou tem cerca de 750 habitantes e abrange os lugares de Aboleira, Banho, Castelo, Cimo de Vila, Freiria, Granja, Novainho, Rio, Mascanho, Penabeice, Toubres e Vale de Égua.

Com a entrada em funcionamento do centro escolar de Murça, em 2011, todas as escolas primárias do concelho fecharam as portas.

Desde essa altura que o município tem desenvolvido esforços com as juntas de freguesia no sentido de não deixar este património ao abandono.

A autarquia defende que estes edifícios devem servir as populações, impondo apenas como condições que não sejam transformados em cafés ou casas mortuárias.

Na vila, por exemplo, a Câmara já anunciou a requalificação da antiga escola primária n.º 2 para acolher o Centro Municipal de Segurança e Proteção Civil, onde ficará instalado o quartel da GNR, bem como os serviços municipais de Proteção Civil.

Este projeto, que José Maria Costa pretende iniciar ainda este ano, vai representar um investimento de 700 mil euros.

A escola n.º 1 de Murça já acolhe o Museu da Memória Escolar e a delegação da Cruz Vermelha local.