Passar para o Conteúdo Principal Top
Mostrar links rápidos
Câmara Municipal de Murça
Hoje
Hoje
Amanhã
Amanhã

Murça reclamou por uma justiça de proximidade na Assembleia da República

Murça reclamou por uma justiça de proximidade na Assembleia da República
28 Julho 2014

Na passada terça-feira, dia 15 de julho, milhares de pessoas manifestaram-se contra a reorganização do mapa judiciário proposto pelo Governo, junto à Assembleia da República.

A Câmara Municipal de Murça cedeu transporte a um grupo de murcenses que incluiu os Vereadores, membros da assembleia Municipal, presidentes de Juntas de Freguesia e ainda um grupo de advogados locais, tendo também participado nesta manifestação o presidente da Câmara Municipal de Murça, José Maria Costa que, juntos contestaram os critérios para o encerramento do Tribunal Judicial de Murça.

A classe dos advogados fez-se representar de toga, com balões negros e em grande número, na manifestação de desagrado e indignação, queixando-se que o critério para o encerramento de tribunais está mal desenhado e que os dados são, em alguns casos, obscuros.

José Maria Costa, presidente da Câmara de Murça, reiterou que o encerramento do Tribunal Judicial “não irá favorecer ninguém" antecipando grandes dificuldades na deslocação dos munícipes devido à falta de transportes públicos.

A reorganização do mapa judiciário deverá entrar em vigor a partir de 1 de Setembro, sendo encerrados 47 tribunais em todo o país, entre os quais 27 passarão a ser balcões de apoio. No caso de Murça, os processos vão transitar para outras comarcas, como a de Alijó, Vila Real ou Chaves.