Passar para o Conteúdo Principal Top
Mostrar links rápidos
Câmara Municipal de Murça
Hoje
Hoje
Amanhã
Amanhã

Património Oral

O poço da Moira 

Conta-se que, antigamente, no sítio do Poço da Moira, na Ribeira de Noura [concelho de Murça], se ouvia, ao amanhecer, um melodioso cantar de mulher. Era duma donzela moura, que estava ali encantada. Todos queriam vê-la e apreciá-la. O problema era que, se alguém se aproximasse, logo o canto se calava. Muitos quiseram, pela calada da noite, surpreendê-la; mas escusado: ninguém o conseguiu. E a moira, todas as noites, continuava a cantar. 
 
Fonte: COSTA, António Luis Pinto da, O concelho de Murça
(retalhos para a sua história), Murça, Câmara Municipal de Murça,
1992, p. 51.

O rochedo da Moira 

Num rochedo, redondo e sozinho, perto do Campo do Salto [em Noura, concelho de Murça], encontrava-se uma moura encantada. Esta só perderia o encantamento que ali a prendia, se, à hora do meio dia, um moço casadoiro conhecesse a sorte de ver um vestigo (cobra) e, sem medo, permitisse que ele subisse pelo seu peito acima e o beijasse. Nesse preciso momento, a jovem e linda moura transformarse-ia numa rapariga cristã, sem rival.
 
Fonte: COSTA, António Luis Pinto da, O concelho de Murça
(retalhos para a sua história), Murça, Câmara Municipal de Murça,
1992, p. 51.